Diretor de Days Gone diz que a Sony valoriza mais a pontuação do Metacritic do que as vendas

A pontuação do Metacritic é tudo, diz o diretor do Days Gone, John Garvin, “Se você é o diretor criativo de uma franquia e seu jogo está chegando aos 70 no meta, você não será um diretor criativo dessa franquia por muito tempo.”

Segundo informações, Days Gone não terá uma sequência, e os diretores do jogo deixaram a Sony Bend Studios, mas Garvin deu um passo adiante ao falar sobre a situação em uma transmissão ao vivo, abordando o que ele acredita ser o método da Sony, e isso é que valoriza a qualidade percebida de sua marca em relação ao número de vendas.

“Eu acho que se você é a Disney, você não pode se dar ao luxo de fazer filmes merd.., mesmo que um monte de gente vá assistir”, acrescenta Garvin, “Eu concordo totalmente que era por minha conta, Jeff e os caras da Bend e todos nós devemos criar algo que tenha um apelo mais amplo, que evite algumas das armadilhas que foram autoinfligidas.

“Não estou dizendo de forma alguma que deveríamos ter comprado o politicamente correto e acordado e feito todas as coisas para satisfazer os social justice warriors, não estou dizendo isso de forma alguma, estou dizendo isso como uma empresa que faz produtos para milhões de pessoas, cabe a nós garantir que seja lucrativo e também atrair um público amplo o suficiente para fazer a marca crescer.”

Roger

Grande fã de jogos e filmes. Sou apaixonado pelas franquias GTA e The Witcher, as quais considero minhas favoritas, porém também sou um grande fã das sagas Resident Evil e Minecraft.