PS5 | CFO da Sony cogita mudar o design do console para lidar com a escassez de semicondutores

Embora o PS5 tenha atingido 7,8 milhões de unidades distribuídas, o problema da escassez de estoques continua muito concreto e aparentemente difícil de resolver no curto prazo. Uma situação que continua a gerar transtornos em todo o mundo. A escassa disponibilidade dos semicondutores que compõem o console, assim como a falta de componentes adicionais, impede uma produção mais sustentada, com muitos jogadores que ainda não conseguem encontrar o último console da Sony em lojas físicas e online.

O CFO da Sony Hiroki Totoki não espera que o problema de falta de estoque seja resolvido este ano, apesar do PS5 ter vendido mais rápido do que o PS4 e a produção no último período ter aumentado ligeiramente com 3,3 milhões de unidades vendidas nos últimos três meses. Ainda, segundo Totoki, pode haver uma solução para resolver a situação. Para conter a falta de semicondutores, o diretor financeiro sugere a possibilidade de encontrar caminhos alternativos por meio do uso de recursos secundários e, se necessário, até mesmo alterar o design do console.

Um ponto, este último, que, no entanto, Totoki não investigou e que só poderia ser ideia pessoal por enquanto. No momento, a Sony nunca deu a entender que quer mudar o polêmico design de seu mais recente hardware, e nada sugere uma mudança de curso no curto prazo.

Mas se perturbar o design interno e externo do console poderia ser a única solução para atender a alta demanda, a possibilidade de seguir este caminho não está necessariamente excluída.

FONTE: EVERY EYE

Roger

Grande fã de jogos e filmes. Sou apaixonado pelas franquias GTA e The Witcher, as quais considero minhas favoritas, porém também sou um grande fã das sagas Resident Evil e Minecraft.