A batida perfeita – Qual trilha sonora levar? - Gaming Lab

A batida perfeita – Qual trilha sonora levar?

Olá pessoal!

        Sabem aquele dia que vocĂŞ acorda inspirado e decide que o dia será todo seu? Talvez aquele churrasquinho com os amigos? Ou quem sabe, um dia que vocĂŞ está na bad e nĂŁo quer muito contato com o mundo exterior? Agora imaginem tudo isso sem uma mĂşsica adequada. NĂŁo dá nĂ©? Pois Ă© exatamente sobre isso que iremos falar hoje, a trilha sonora do momento. Todo e qualquer filme ou game de respeito investe pesado na famosa soundtrack. VocĂŞs podem me perguntar: “Mas e daĂ­, o que isso afeta no resultado final?!” E eu lhes digo, em tudo!

        As grandes companhias do cinema e dos games já entenderam que o sucesso atrelado ao jogo nĂŁo está limitado ao conteĂşdo exclusivo do enredo. A mĂşsica por trás de toda a trama se tornou (sempre foi, mas agora em maior peso) um dos alicerces de toda produção. NĂŁo Ă© comum nos depararmos com filmes como O Ditador, de Chalie Chaplin, que se baseava no cinema mudo, mas nĂŁo necessariamente silencioso. Chaplin demonstrava a emoção de seus personagens com a mĂşsica e com os efeitos sonoros. Isso dava vida e cativava o pĂşblico de certa forma que nĂŁo era necessário o texto para que vocĂŞ compartilhasse o sentimento do personagem.

       Hoje, vivemos em tempos fortuitos que existem diversos compositores de alta qualidade, que nos proporcionam sentimentos Ăşnicos. Hans Zimmer, pessoalmente, meu compositor favorito, que trabalhou em diversas obras renomadas como: O Rei LeĂŁo, Gladiador, O Ăšltimo Samurai, Batman – O Cavaleiro das Trevas, Interstellar, dentre várias outras. Outro que tambĂ©m continua a nos impressionar, com obras magnificas Ă© John Williams, que liderou trilhas sonoras em filmes como: A Lista de Schindler, Jurassic Park, Harry Potter (vários deles), Star Wars (tambĂ©m em vários), Cavalo de Guerra, dentre outros. Ambos tĂŞm a capacidade de adaptar a batida perfeita para cada cena, o que Ă© de extrema complexidade, mas quando feito corretamente, gera resultados incrĂ­veis. Vai me dizer que vocĂŞ nĂŁo se arrepia ao escutar a abertura de Star Wars? Ou quem sabe, ficou apreensivo na cadeira do cinema nas diversas cenas de Interestelar? Tudo isso Ă© graças ao timbre daquele momento.

       A histĂłria nĂŁo Ă© diferente quando o assunto Ă© trazido ao mundo dos jogos. Mas existe uma diferença, vocĂŞ está diretamente no controle e a mĂşsica afeta seu emocional. Ao jogar God of War Ragnarok, a cada fase que se passa um sentimento diferente Ă© criado e Bear McCreary, compositor do game, soube trabalhar isso muito bem. Outro que conseguiu nos deixar com fortes emoções foi Gustavo Santaolalla no magnifico jogo The Last of Us.

       Espero que vocĂŞ que nunca prestou atenção nisso, comece a notar, a trilha sonora Ă© extremamente importante na criação de um filme ou jogo. E para vocĂŞ que já curtia, diz ai nos comentários, qual sua trilha sonora preferida (jogo e filme)?

Vou deixar duas sugestões para o final de semana de vocês, duas obras com trilhas sonoras incríveis, aproveitem:

– Filme: Dunkirk

– Jogo: The Witcher 3: Wild Hunt

“O som aniquila a grande beleza do silêncio.” Charles Chaplin

Que a força esteja com você!

Hugo Jones.

đź””Curte nosso conteĂşdo? EntĂŁo compartilhe e fique ligado em nossas redes sociais para nĂŁo perder nenhuma novidade!