Análise | Road 96

Road 96 chega hoje no Switch e PC totalmente traduzido para o Português

Revelado durante o The Game Awards 2020, Road 96 é um game no estilo “road movie” do mesmo criador de Valiant Hearts(Yoan Fanise). Se passando no fictício país chamado Petria o game decorre durante o verão de 1996. Em Road 96 você é um adolescente que luta para conquistar liberdade cruzando a fronteira de seu país, de carona em carona e superando desafios.

Desenvolvido e publicado pela francesa DigixArt, o jogo busca inspiração em nomes como Quentin Tarantino, os irmãos Coen e Bong Joon-ho. Com um estilo visual lindo, personagens divertidos e profundos na historia, Road 96 também aborda temáticas atuais como a questão dos refugiados tentando sair de seu pais de origem para fugir de governos corruptos e autoritários. Cada jogador tem uma história diferente e o jogo faz um excelente trabalho em entrelaçar essas histórias de maneiras distintas.

Embora o jogo se passe em um país fictício. Suas paisagens lembram muito a América do Sul ou Central, mas todos falam inglês. Como o nome sugere, o jogo é ambientado em 1996, entrando na historia o ​​aniversário de dez anos de um ato infame se aproxima: uma bomba explodiu na montanha na fronteira norte de Petria, aparentemente foram terroristas. Na década seguinte, o líder de Petria, Tyrak, usou o incidente como um meio de fortalecer seu domínio autoritário sobre Petria e, como resultado, a juventude insatisfeita do país está em busca de achar alguma maneira de chegar até a fronteira e encontrar uma maneira de atravessar sem ser morto ou capturado.

Como destacado anteriormente, cada jogador vive uma história diferente em Road 96, isso possibilita uma visão e gameplay diversificada a cada pessoa, mas cada linha do tempo dura alguns meses, levando a uma lembrança de 10 anos da explosão da bomba e uma eleição geral que poderia finalmente tirar Tyrak do poder. Nesse período, você assume a personalidade de vários adolescentes aleatórios enquanto eles planejam suas fugas, encontrando muitas aventuras ao longo do jogo.

Análise | Road 96 - Gaming Lab

Mesmo com uma eleição a caminho, todos parecem acreditar que a mesma não vai adiantar de nada, já que Tyrak fará o que for preciso para fraudar os resultados e se manter no poder. Este é um mundo onde a esperança na democracia foi tão desgastada que a abordagem mais simples e direta é vista como burrice. No entanto, sempre senti que algo estava progredindo a cada movimento, a cada escolha, mesmo que eu não pudesse ver. Como eu disse, Petria começa como um mundo onde aparentemente toda esperança na democracia se perdeu. Trazer de volta essa esperança requer um incentivo, que precisa de um ponto de partida, e esse ponto de partida está nos cidadãos mais jovens de Petria, que podem crescer para ser o futuro.

Análise | Road 96 - Gaming Lab

No final, está claro que a mensagem não é sobre consertar as coisas imediatamente, mas fazer a bola rolar para que todos os jovens de Petria possam um dia melhorar as coisas ainda mais, mesmo que você já tenha cruzado a fronteira há muito tempo. Road 96 é um jogo de aventura incrível que tem sucesso graças a uma narrativa forte e bem construída, um elenco excelente de personagens, uma das melhores trilhas sonoras que eu escutei esse ano e sua abordagem única causada pela Geração procedural presente no game que podem fazer você voltar após terminar o jogo, apenas para ver o que poderia estar em quaisquer uma das outras rotas. Todos sairão de Petria (com sorte) com suas próprias histórias únicas para contar, e com certeza serão divertidas.

Análise Geral:

Recomendado
Gráficos: 8/10
História: 10/10
Jogabilidade: 7/10

Curtiu a Análise? Compre Road 96 nas principais lojas digitais: Nintendo SwitchSteamGOG e Epic Game Store.