Novo aumento do PlayStation 5

Novo aumento no PlayStation 5 - Gaming Lab

Iae, galera. 6 estão de boas?

                Após algumas semanas sem aparecer aqui, voltei. A vida de adulto é muito complicada, pessoal. Vocês devem saber que trabalho em um escritório de advocacia grande aqui no DF e recentemente eu fui promovido e como “grandes poderes trazem grandes responsabilidades” eu ganhei novas tarefas. Por isso que fiquei ausente. Agora que as coisas estão se alinhando eu voltarei a ter tempo para produzir mais conteúdo por aqui. Então, simbora…

                Todo mundo sabe que os consoles da nova geração (PS5 e XBX) são muito bons e têm um desempenho que na teoria é muito superior aos anteriores, no entanto, na prática não conseguimos atestar a sua potência porque a pandemia atrasou o processo de jogos. Eu sei que muitos de vocês estão de olho nos preços e possivelmente tomaram um susto ao ver que nas últimas semanas o preço do PS5 de mídia física saiu de R$ 4299,90 para R$ 4399,90 e o mídia digital foi de 3899,90 para R$ 3999,00, isso é, um aumento de R$ 100,00. Vocês sabem o motivo disso? Eu te explicarei.

                Há um tempo escrevi aqui sobre o preço dos novos consoles e a justificativa dada naquele texto ainda está imperando no atual momento (PlayStation 5 e Xbox Series X/S estão caros? Saiba o motivo). Ou seja, o mundo convergiu (acertadamente) todos os seus focos para a vacina e seus insumos, o que fez com que as empresas de semicondutores – que são as bases para os eletrônicos de alta performance, como o PS5 e XBX – ficassem para segundo plano.

                Ademais, a China, que é a principal importadora, começou a ditar os preços dos minérios mundiais e o preço do Cobre, que é usado nos semicondutores, disparou e impôs ainda mais obstáculos às poucas empresas que ainda estava produzindo este artefato durante a pandemia.

                Em suma, tudo que envolve Cobre mundialmente encareceu e não poderia ser diferente com nossos consoles. Além disso, também há os tributos (que já expliquei no texto: Se o amor não é jogo de azar, videogames são) que encarecem um pouco mais aqui no Brasil. E a tendência é que esta escalada de preços continue porque não há previsões para a normalidade da economia global. Logo, apertem os cintos e economizem ainda mais para comprar o seu futuro bichão.

Você gosta de assuntos de economia neste meio Geek? Comenta aí, povo.